“O Novo Normal” – Sérgio Godinho

É uma canção sobre a pandemia mas também uma reflexão sobre o medo: o medo bom que nos defende e o medo mau que nos paralisa.

Sérgio Godinho em entrevista: “A criação tem algo de mágico e misterioso”

Estivemos à conversa com Sérgio Godinho. Tudo girou à volta da sua nova canção, “O Novo Normal” (uma reflexão sobre a pandemia que se abateu sobre nós) e do que há de godinhiano na mesma.

Sérgio Godinho: uma vida a musicar as nossas vidas

Não há forma de pagar o tanto que Godinho nos deu, a banda sonora das nossas vidas, musicando com as suas palavras certeiras o nosso quotidiano, todas as nossas pequenas e grandes derrotas e vitórias diárias.

“Farto de Voar” – Sérgio Godinho

“Tenho um corpo na morte de um lado/ Só suspenso por balas de um lado/ E do outro a escapar, a escapar/ de raspão” Os Sobreviventes é um dos discos mais importantes do rock feito em português (que nasceu muitos anos…

Sérgio Godinho – Mútuo Consentimento (2011)

Um disco apenas bom, traído por algumas canções menores. Destaque para a valsa gótica “Em Dias Consecutivos”, de uma beleza arrepiante.

Sérgio Godinho – Ligação Directa (2006)

Ligação Directa marca o regresso de Sérgio Godinho aos álbuns de originais, passados seis anos do anterior. O melhor que se pode dizer é que os anos não passam por ele. Em 2006 Sérgio Godinho interrompeu o interregno que levava…

“Mudemos de Assunto” – Sérgio Godinho

“Mudemos de Assunto” é uma bela canção de (em simultâneo) amor e desamor com versos de excelência.

“Quatro Quadras Soltas” – Sérgio Godinho

Com a participação de Zeca Afonso, Fausto e Adriano Correia de Oliveira.

Sérgio Godinho – Domingo no Mundo (1997)

Godinho mergulha num disco feito de colaborações com outros artistas, muitos deles mais jovens vindos do rock, uma tendência que viria a acentuar-se nos anos seguintes A década de 90 não foi tão profícua como as anteriores da carreira de…

Sérgio Godinho – Lupa (2000)

Lupa sucede a Domingo no Mundo como álbum de estúdio de Sérgio Godinho e é apenas mais um disco na carreira do autor. O que no caso dele quer sempre dizer muito. Há umas quantas canções de Lupa que se…

Sérgio Godinho – Tinta Permanente (1993)

Um disco elegante, que cruza a guitarra com pinceladas jazz e arranjos eruditos. Pelo menos dois temas tornam-se canónicos: a arabesca “O Elixir da Eterna Juventude” e a soturna “Fotos de Fogo”.

Sérgio Godinho – Escritor de Canções (1990)

Um disco ao vivo despido e íntimo, que acaba por servir quase como um precioso best-of No início da década de 90, Sérgio Godinho decidiu avançar com algo que lhe andava havia muito na ideia. Queria fazer uma temporada numa…

“Que Há-de Ser de Nós?” – Sérgio Godinho e Ivan Lins

Uma canção cantada a duas vozes, a de Sérgio e a de Ivan Lins. Combinam tão bem que parecem gémeas, sublinhando-se o gosto da diferença do sotaque.

Sérgio Godinho – Aos Amores (1989)

Godinho volta ao amor, aos retratos sociais e aos grandes temas, no seu último registo da década de 1980 No final da década de 80, havia mudanças à vista. Depois da edição de Os amigos de Gaspar – uma espécie…

Sérgio Godinho – Sérgio Godinho canta com os Amigos do Gaspar (1988)

Isto não é um disco, é um pedaço de infância. “É Tão Bom” que voltamos para lá.

“As Horas Extraordinárias” – Sérgio Godinho

A saudade é uma coisa tramada, e por vezes oferece-nos imagens de um surpreendente lirismo. Com o Sérgio é quase sempre assim. E não serão precisas horas extraordinárias para entenderem isso, pois não?

Sérgio Godinho – Na Vida Real (1986)

Godinho muda de som em direcção aos teclados sintetizados, num disco nocturno e com cheiro a jazz. Anos 80 e sintetizadores são coisas que aparecem muitas vezes juntas, e normalmente com mau resultado, ouvidas à distância dos anos. Em 1986,…

Sérgio Godinho – Salão de Festas (1984)

Um disco incompreendido na época mas redescoberto pela geração seguinte. “Coro das Velhas” e “Quimera do Ouro” ficam para a posteridade.