Canção do dia

“Older” – Lina Tullgren

Diz-se que um dos grandes atributos dos Beatles era conseguirem fazer os seus instrumentais corresponder quase (senão totalmente) na perfeição às letras — “I’m So Tired” ou “Tomorrow Never Knows” serão talvez os melhores exemplos disso.

Nesta canção, Lina Tullgren não podia ter feito o casamento melodia-palavras de melhor forma. Uma guitarra triste e simples acompanha a voz doce da americana natural do New Hampshire, enquanto esta canta sobre a merda que é crescer. A melancolia assenta à crise aqui cantada (e por que todos passamos) que nem uma luva — sente-se, a cada palavra e dedilhar das cordas, a desolação, a amargura e a angústia que, em alturas mais complicadas, a perceção do passar demasiado rápido do tempo causa em nós. Ouve-se, enterrado no ADN de “Older”, o Elliott Smith dos tempos de Roman Candle ou Either/Or, podendo até encontrar-se algumas semelhanças com Julien Baker; mas a música de Lina é toda sua — a qualidade lo-fi da canção, a sua honestidade e a simplicidade com que constrói uma música belíssima conferem-lhe uma identidade que só se pode associar ao seu nome. O lançamento do álbum de estreia, com selo da Captured Tracks, estará para breve; até lá ficamos na companhia das canções do EP WISHLIST, de onde sai “Older”.

Comentários (0)

Escrever resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *