Canção do dia

“Over The Hill” – John Martyn

Talvez a palavra seja mesmo uma e só uma: intransigência. Não fosse por ela e John Martyn, músico inglês que partiu da folk para descobrir novos mundos, talvez tivesse tido mais sucesso junto do público.

Próximo de Nick Drake, Martyn esteve sempre mais preocupado em encontrar os arranjos mais inovadores e mágicos do que em compor hits e em explorar as fórmulas mais convencionais de canções (como bem refere o obituário do The Independent, escrito em 2009, ano em que morreu).

É agora mais fácil perceber a sua genialidade, e a genialidade de álbuns tão maravilhosos e referenciais como Solid Air, que editou em 1973. Não se pode gostar da folk – melhor: não se pode gostar de canções, de melodia e de música delicada e ancorada em guitarra – e ignorar a obra do (quase sempre polémico e provocador) John Martyn.

Por hoje fica esta Over the Hill – que, curiosamente, interpretou quando foi receber o prémio de carreira da BBC, dedicado a referências da folk, em 2008. Como sempre andou com boas companhias (tirando talvez o álcool e as drogas, que o levaram cedo demais), levou consigo um rapaz chamado John Paul Jones.

Can’t get enough of sweet cocaine, get enough of Mary Jane

Going back to where I come from, going rolling back home again

Over the hill… hey, hey, over the hill

Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *