Álbuns

Green Day – American Idiot (2004)

Comments (14)
  1. Caro Ico, já que gostas tanto das letras dos Green Day. Há uma que se ajusta perfeitamente:

    Album Warning de 2000.
    Faixa 9 – título Jackass!
    “Everybody loves a joke
    But no one likes a fool
    And you’re always cracking the same old lines again
    You’re well rehearsed on every verse
    And that was stated clear
    But no one understands your verity”

    Continua a ouvir Onda Choc.

  2. ico diz:

    “Este album esteve em número 1 em 19 países. Vendeu mais de 16 milhões de cópias.”
    ah ok. retirem os maus comentários por favor.

  3. De facto há música e bandas para todos os gostos, até Tony Carreira e Just Girls…

    Mais facilmente o Tony Carreira enche o pavilhão atlântico, que os Green Day ou qualquer outra banda que tenha honras de Altamont…

  4. Vasco diz:

    concordo com o cisto. Este álbum é mais pretensioso do novo milénio. Tenho saudade dos green day naives dos 90s que cantavam sobre ganzas e garotas.

  5. Raul Cisto diz:

    Top Nacional de Vendas
    “Play Me” (Just Girls) – O segundo CD da girl’s band de “Morangos com Açúcar”, intitulado “Play Me”, encontra-se neste momento no segundo lugar da tabela de discos apenas atrás do sucesso de Tony Carreira “O Homem Que Sou”. “Play Me” tem uma platina e está há cinco semanas no TOP.

  6. Este album esteve em número 1 em 19 países. Vendeu mais de 16 milhões de cópias.

    Felizmente vi-os no Coliseu há 9 anos. Não tinha grande expectativa, pois a febre dos Green Day tinha sido 6 anos antes. No entanto, foi dos melhores concertos que vi ao vivo.

    Infelizmente não levei um bloco para anotar as letras, como não o tenciono fazer na segunda-feira. O objectivo será a diversão, em vez da intelectualização da música.

    Felizmente há música e bandas suficientes para todos os gostos.

  7. Raul Cisto diz:

    fred, consegui ir até à musica 4, com esforço. não tiro uma vírgula ao que foi dito. este album é medíocre e deixa gosma. foda-se!

  8. Frederico Batista diz:

    qual teaser… tá aí o disco todo… é só o ouvires…

  9. Raul Cisto diz:

    1-essa música não é óptima, não me envergonhes.
    2-essas letras são más.
    3-o resultado final realmente não me posso referir à totalidade de um album. Mas espetam aqui um teaser que se pretende que fale (um bocadinho) pelo álbum todo. Se esta música que aqui está é a pior, põe outra. Se não é, então o resultado final não vejo em que é que possa ser bom, desculpa lá, Fredy

  10. Frederico Batista diz:

    hummm…tipo… Não são letras brilhantes, mas não más. a música é óptima. O resultado final é bom. Que se passa então?

  11. ico diz:

    sim raul, não te podes ficar pela primeira música. tens que ouvir a segunda que diz
    And there’s nothing wrong with me
    This is how I’m supposed to be
    In a land of make believe
    That don’t believe in me

    eu quando tinha 14 gostava buéé de green day. com 10 gostava de bon jovi e com 5 talvez gostasse de onda choc. temos de compreender que há quem goste de se manter eternamente jovem.
    (fred, a seguir mete um post do novo album dos offspring, se é que o gajo ainda tem cabelo de tanta água oxigenada que lhe meteu)

  12. É o contexto político!

    Não te fiques pela primeira música, ouve o resto, pode ser que ainda passes no pavilhão atlântico para veres uma das melhores bandas ao vivo.

  13. Grande album! Para mim melhor só o album ao vivo, Bullet in a Bible lançado em 2005!

    A diferença entre os Green Day e a maioria das bandas, é que são excelentes ao estúdio e ao vivo.

    São considerados uma banda teenager, por terem marcado a nossa geração. De facto o American Idiot, veio mostrar que estavam consistentes e vivos. Dando mais maturidade ao grupo. Confirmando o potencial mostrado em Dookie.

    São poucas as bandas rock de sucesso, com tantos singles de éxito… Kings of Leon, Strokes, entre outros (apesar da qualidade) têm que pedalar um pouco mais para chegarem ao nível dos Green Day.
    Singles de sucesso:
    Basket Case
    Welcome to paradise
    Longview
    She
    When I come around
    Brainstew
    Nice Guys finish Last
    Hitchin´ a ride
    Good Ridance (Time of your life)
    Warning
    Minority
    American Idiot
    Jesus of Suburbia
    Holiday
    Boulevard of Broken Dreams
    Wake me up when September Ends
    Know your Enemy
    21 Guns

    Já falta menos para o dia 28 de Setembro…

  14. Raul Cisto diz:

    epa eu acho que vocês são é todos malucos. para já, quem é que disse que o conceito ópera-rock é um bom conceito? e depois cliquei ali na musica do american idiot e o que se vê é uma repetição do que já foi feito, em termos de estrutura musical com uma letra de intuito político mas com a maturidade de um seventeen ‘i don’t wanna be an american idiot, i don’t wanna be on the redneck agenda’?
    please.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *