Canção do dia

“Maria Ninguém” – João Gilberto

 

Há qualquer coisa de eternamente romântico nos tons suaves da bossa nova e a voz de João Gilberto potencia ainda mais esse carinho que se liberta da percussão simples e do violão.

Podíamos escolher qualquer outro tema mas este “Maria Ninguém” destaca-se pela simplicidade da letra, curta e com uma grande parte de interjeições, como se Gilberto se tivesse esquecido da letra.

Curta, menos de dois minutos e meia de música, “Maria Ninguém” não é a mais especial das canções de Gilberto mas é uma ternura. E destaca-se ainda mais por estar no primeiro disco de João Gilberto, esse gigante da música popular brasileira.

Gravado em 1959, o álbum Chega de Saudade tem a música com o mesmo nome e que popularizou o artista – e a Bossa Nova. Mas o disco, simples, seis faixas para cada lado, merece ser ouvido na totalidade. Como esta curta canção.

Comments (1)
  1. Isto inspirou Ritchie Blackmore na criação do solo de guitarra (riff) da famosíssima canção “Smoke on The Water”!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *