Tiago Crispim
52 Articles0 Comments

Passou a infância e juventude rodeado de discos. Lembra-se de chorar quando foi vendida a colecção de vinil lá de casa, no advento do cd, e ainda está ligeiramente traumatizado. Estudou comunicação e aos 25 anos começou a arranhar guitarras e teclas. Anda com a cabeça nas nuvens do FM.

Arab Strap regressam às canções

Os Arab Strap estão de volta com “The Turning Of Our Bones”, primeira música nova em 15 anos.

Noiserv revela mais uma canção do seu novo disco

Três anos depois de 00:00:00:00, o lisboeta David Santos continua a cantar em português e a mostrar a sua sensibilidade lírica, melódica e melancólica.

David Bruno – Raiashopping (2020)

Todas as canções se relacionam com passar a infância na raia.

Bon Iver lança AUATC

“AUACTC” ou Ate Up All Their Cake, é o primeiro single de Bon Iver em 2020, apesar da participação da banda numa canção do novo álbum de Taylor Swift. A canção tem uma mensagem anti capitalista e em comunicado, Bon…

Sérgio Godinho celebra 75 anos em palco

No próximo dia 31 de Agosto, Sérgio Godinho festeja o seu 75º aniversário na companhia de amigos e fãs no palco do Teatro Maria Matos.

Benjamim apresenta segundo single para Vias de Extinção

Benjamim apresenta o segundo single para Vias de Extinção, álbum com lançamento para depois do verão.

Best Youth lançam Never Belong

Os portuenses Best Youth editaram o primeiro single do seu próximo trabalho.

Banda do Casaco – Dos Benefícios Dum Vendido no Reino dos Bonifácios (1975)

Em 1975 os ambientes progressivos alastravam pelo país. Dos Benefícios Dum Vendido no Reino dos Bonifácios é surrealista, pop e profundamente português.

Glockenwise reinventam “Heat” com Rui Reininho

Rui Reininho dá a voz na mais recente canção dos Glockenwise, uma reinterpretação de “Heat”, o primeiro sucesso da banda de Barcelos, no longínquo ano de 2015.

Throwing Punches, uma agência de “pêlo na venta”

Numa conversa fluída a três, Rita Sedas e Diogo Barbosa abriram as portas da Throwing Punches ao Altamont.

Sparks – Kimono My House (1974)

Kimono My House marca o caminho que os irmãos Mael seguiriam a partir daqui, com muito falsetto e estilos diferentes.

Prefab Sprout – Steve McQueen (1985)

Steve McQueen junta as letras de Paddy McAloon à produção de Thomas Dolby para criar um clássico de sofisticação.

:papercutz – King Ruiner (2020)

Em King Ruiner papercutz está (estão?) melhor que nunca. O disco vai-se revelando aos poucos e leva-nos por um constante processo de descoberta de camadas sonoras. O projecto liderado por Bruno Miguel parece mais confortável com os ambientes electrónicos, onde…

King John – All The Good Men That Did Ever Exist (2020)

King John, alter-ego do açoriano António Alves, entrega um bom disco de estreia influenciado pelo blues-rock.

The Beatles – Beatles For Sale (1964)

Quatro discos em dois anos é motivo para um visível cansaço. Neste álbum os Beatles voltam a fazer versões, começam a escrever temas mais sérios e dão passos para dominar o ambiente do estúdio.

The Beatles – With The Beatles (1963)

Neste segundo álbum os Beatles mostraram que o alarido da “Beatlemania” era justificável. Sem ser inovador, With The Beatles continua a expandir os horizontes e o nível de popularidade estratosférico da banda de Liverpool.

“Norwegian Wood (This Bird Has Flown)” – The Beatles

O ponto de viragem na escrita de canções da dupla Lennon-McCartney.

Paul McCartney – McCartney (1970)

Paul McCartney procura a sua identidade a solo como músico.